15.9.13

Vida - Um jeito de ser cristão

Estava pensando hoje sobre o significado, e, porque não dizer, o sentido da palavra Vida.
Estou “ouvindo” a bíblia diariamente e em Gênesis diz que se Adão e Eva comessem da árvore da vida eles tornariam-se eternos, por isso deus os tirou do Éden, pois ambos comeram da árvore do bem e do mal.
Muitos anos depois aparece Jesus na História e passa o dizer a todos os homens de sua época até os dias de hoje, que ele veio para que tivéssemos vida e com abundância.
Pensar nisso me levou a crer e entender que a VIDA que Jesus nos propõe não é terrena, mas sim, restaurar em nós a condição da eternidade proposta por Deus desde o início (lembre-se do texto de Gênesis).
A eternidade, conhecer o bem e o mal são condições exclusivas de Deus. Tais condições são dadas a nós pelo próprio Deus, através de jesus, não é um esforço humano, não existe salvação pelo nosso próprio esforço. Basta lembrarmos do texto de que estávamos mortos em nossos delitos e pecados.
Mas essa restauração só acontece quando reconhecemos nossa pequenez, nossas limitações, que somos criação e não criadores, pois o único capaz de criar é Deus, todo o resto é cópia.
A vida, então, que Jesus nos propõe é terna, mas não é apenas para depois que morrermos, ou ficarmos velhos demais a ponto de não termos mais forças. Começa aqui, agora, hoje como se já estivéssemos plenamente restaurados. A Bíblia nos diz que em parte, conhecemos e que vemos as coisas como por espelho, mas chegará o dia em que veremos tudo plenamente. Ou seja, existe um processo de restauração não da condição, pois nos foi dado, mas sim restauração no sentido de entendermos e vivermos de acordo com essa condição.
Isso obviamente não é instantâneo, muito menos fácil, mas é nossa meta, nossa alvo (deixando para trás as coisas que ficaram, prossigamos para o alvo da soberana vocação em Cristo jesus, achar endereço) e deve ser parte fundamental do nosso viver diário.
Somos fracos, erramos, fraquejamos, pecamos, mas quem já reconheceu que Jesus é Deus Salvador, fomos colocados por Deus através de Jesus nessa condição de Adão e Eva antes de comerem do fruto do bem e do mal.
Prontos, simples e preocupado apenas em falar e andar com Deus, relacionar-se com Ele nos termos Dele não nos nossos.
Vida e com abundância, significa querer as coisas simples e esperar por Deus nos chamando no fim de nosso dia e querer ouvir de nós o que fizemos, ou seja, relacionar-se mesmo conosco, isso baseado no amor e não em condição de superioridade, no sentido de autoridade ditatorial.
Amor que nos move em direção ao próximo, nos faz lembrar que amar o próximo é o mesmo que amar a Deus, não são coisas diferentes, mas o único jeito ou forma de mostrar que amamos a deus é amando o próximo.
Vida plena e abundante é o que deus nos oferece, ou seja, vida eterna que começa hoje, agora. (Não quero aqui ser proselitista, mas está na hora de parar com as nossas desculpas por que somos imperfeitos ou nossos erros nos impedem de se achegar a deus, se eu e você já entendemos isso, somos muito privilegiados, pois Deus já se revelou a nós, e o que ele espera é uma resposta, e todo o resto quem faz é Ele, basta eu e você deixarmos isso acontecer.)

Por isso creio que um excelente, pra não dizer perfeito, sinônimo de vida é esperança. 

4 comentários:

Fabio Andrade disse...

o objetivo de Deus nao é so a vida Eterna mais levar conhecimento para as pessoas e levar amor e estar transformando a vida da pessoas e e dar esperança para as pessoas que ela pode ser alguem melhor.. ... ..e este ser melhor e ser como Jesus

Rodrigo Fonseca Silva disse...

Ola Fabio.

É exatamente isso que disse em meu texto... vida plena que começa aqui, parecer-se com Jesus... Simples...
Falar em levar amor é facil, quero ver ser cristão amando o vizinho que toca funk as 3 da madruga... Por isso é um jeito de viver... não de falar...

Guy Rodrigues disse...

Ler eeste texto fez-me lembrar que a humanidade despreocupada com a salvação, precisa cada vez mais cultivar a palavra de Deus e planta-la em todos os lugares e nações.
É lamentavel o que vemos hoje aqui no nosso país q é Angola.
obrigado!
Paz e Amor

Cariad disse...

Rodrigo, no sacrifício vicário (subsititutivo de Cristo) fomos perdoados de nossa maldição (herânça adâmica). Quando ouvimos e praticamos a Palavra de Deus, Ele passa a morar dentro de nós, como no início. "Se alguém me ama, obedecerá à minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos morada nele." João 14:23. Por mais de vinte anos de minha vida, padeci de um quadro "psiquiátrico" terrível, vivendo todo esse tempo a poder de Anafranil - 50mg diárias e Rivotril - 2 mg diárias. Em 2010, meu corpo começou a morrer literalmente. Então, Deus em Sua inifina misericórdia me chamou. Eu comecei a buscá-Lo. Hoje, tenho Sua plenitude, vide Gálatas 5. Sentido da vida, nos reconciliarmos como o criador e dar Seu bom testemunho, com uma vida abençoada em todos os sentidos. Depois, a glória eterna. Simples!