3.10.08

Marcas

Estava me lembrando, antes de dormir, sobre o sinal que representa a Jesus Cristo, em LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais) e o sinal é representado pelas marcas das mãos do Cristo.


Meditando sobre as marcas, me deparei com algo que foi objetivo, pelo menos para mim, e que existe nas marcas um duplo objetivo.


E estas devem ser uma lembrança inconfundível para o cristão.


Porque duplo objetivo?


Muito “simples”...


A cruz era o modo romano de executar infratores, ou melhor, bandidos.


A marca de Cristo é o sinal de morte, porque Ele pagou o preço que NÓS deveríamos ter pagado. Pois nossa condenação tinha peso ETERNO. Éramos “eternos condenados” se Jesus não tivesse morrido em nosso lugar.


Nossos pecados tinham peso eterno, mas Cristo na Cruz ao morrer, pagou o preço pela nossa “absolvição” e esta assim como a condenação é eterna.


Em Cristo temos perdão eterno.


As marcas de Cristo também são um memorial de VIDA...


Mas você pode me perguntar como assim, morte e vida???


Vou explicar...


Muito “simples” ver isto também, Jesus após sua ressurreição foi reconhecido por alguns de seus discípulos graças às suas marcas, (lembrem-se da passagem dos discípulos e quando Jesus parte o pão, eles o reconhecem, isso creio eu é por conta das marcas – Lucas 24: 30, 31) as marcas dos cravos e a ferida do lado.


Sendo assim, as marcas de Cristo, nos lembram também, que RESSUSCITAREMOS com Ele, “...e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade...” (Ef. 1:5); “Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição...” (Rm. 6.5)


As marcas são vida, porque todo aquele que já reconheceu a Cristo como SENHOR e SALVADOR “...passamos da morte para a vida...” (1 João 3:14) “estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou JUNTAMENTE com Cristo (pela Graças sois salvos), e nos RESSUSCITOU JUNTAMENTE com ele, e nos fez assentar nos lugares celestiais, EM Cristo Jesus...”(Ef. 2.5,6 – Ênfase Minha).


As marcas da cruz criam em nós uma expectativa santa. O dia em que seremos arrebatados e estaremos eternamente com nosso Senhor e Salvador, louvando sem cessar, “Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos Exércitos, toda terra está cheia de sua glória” (Is. 6.3), ou como diz a Musica “Tremendo e Santo” da Cassiane “Digno é o Cordeiro de Deus que foi morto e reviveu”...


As marcas da cruz são um memorial para nós, porque mostra quem nós somos sem Cristo (eternos condenados, mortos em nossos pecados – Ef. 2:5). Mas também nos enche de gozo e alegria, pois aqueles que estão em Cristo que à semelhança de sua ressurreição, nós os que cremos, também RESSUSCITAREMOS com Ele no “Grande dia do Senhor”. Elas nos motram como somos dependentes do AMOR de Deus para conosco, porque para termos “vida” Ele (Jesus) precisou morrer.


As marcas nos fazem lembrar que tudo nessa vida é passageiro, carro, casa, dinheiro, status, prestígio, tudo isso morre. Mas as marcas nos mostram também que AMOR, SERVIÇO, GRATIDÃO, REFRIGÉRIO, PAZ são ETERNOS.


As marcas nos lembram que Jesus viveu uma vida de renúncia e serviço, que andou com pecadores, “impuros”. A marca do Cristão é amor, serviço e renúncia.


Que o “dono das marcas” nos lembre continuamente quem somos e qual é a nossa esperança Nele.


Em nome de Jesus.


Amém.


A Deus toda a Glória.

2 comentários:

Marcelo Santos disse...

Cara, muito bom.

Que possamos sempre estar de olho nas marcas do nosso bom Mestre.

Que foi marcado por amar gente tão ruim quanto eu.

abraços, mano.

Beria disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.